Sr. Arcano
O poeta de uma sociedade decadente
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks

O inferno de Vathek


O que dizer dessa obra-prima da literatura de horror? Jorge Luiz Borges disse: "O primeiro inferno realmente atroz da literatura, anunciando os esplendores satânicos de Quincey e Poe, de Baudelaire e Huymans".
 
Eu digo que William Beckford, com sua obra, VATHEK, conseguiu através de suas artimanhas literárias seduzir os leitores para os caminhos proibidos do inferno, até a armadilha fatal do arrependimento, à semelhança de seu personagem, o califa Vathek, monarca generoso, mas imprevisível e inquieto, que  ousou desvendar ciências proibidas e até obter um trono entre os gênios malignos e outros seres sobrenaturais dos subterrâneos infernais. Com toda a sua riqueza e poder, nada conseguiu e teve o mesmo destino de Salomão: sofrer uma eternidade de angústias, dor, desespero, ódio e loucura.
 
Sua mãe, a poderosa feiticeira Carathis, também tentou o mesmo caminho, e apesar de todo o seu conhecimento nas práticas das ciências proibidas, teve o mesmo destino do filho, senão pior.
 
O autor seduz o leitor com sua estória repleta de magnificiência oriental e beleza evocativa, detalhes da vida amorosa nos haréns e incidentes raros, extravagantes, às vezes selvagens, repletos de entidades sobrenaturais, rituais de magia negra com sacrifícios humanos, vampiros e luzes misteriosas. Tudo de uma forma tão fantástica (por vezes exagerada) que até torcemos para que o mal, representado pela presença soberana e sombria de Vathek e sua mãe feiticeira, saia vitorioso com suas glórias sem moderações ou limites. Tanto que, ao terminarmos a leitura do livro, confrontamo-nos com um final que traz justiça e punição a esses ousados governantes do palácio de Alkoremi, que dominava toda a cidade de Samarah, e sentimos que o fim veio rápido demais pois fica aquele desejo de "quero mais". O livro prende a atenção do início ao fim, e é difícil dar um tempo na leitura, vale a pena divertir-se com suas poucas mais de cem páginas.
 
O autor, Sir William Beckford (1760 -1844) foi um  herdeiro de colossal fortuna, célebre pelo talento literário e excentricidades que escandalizaram a sociedade londrina. Expert em cultura e literatura árabe (que já lia no original desde a adolescência), escreveu vários livros de viagem e foi grande colecionador de arte. Vathek é a obra que lhe trouxe a fama e o sucesso literário.
 
Não é difícil perceber nessa obra que, a presunção de Vathek e a ganância de sua mãe Carathis foram as características mais exploradas pelo autor, demonstrando que para sermos senhores de algo, primeiro precisamos saber dominar nossos vícios e desejos mais profundos. Nem que para isso precisemos passar uma temporada no inferno.
 
Sr Arcano
Enviado por Sr Arcano em 19/09/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Meus livros à venda:
A Grande Arte R$32,00 Algum amanhã de merda que para sempre já morr... R$33,00 Anjo Vadio R$30,00
Antologia SOTURNOS - 2016 R$35,00 Às vezes ela volta R$35,00 Niger Noctem - O mistério de Henri Blot R$36,00
Os contos proibidos do Sr. Arcano - Volume 1 R$34,00 Os contos proibidos do Sr. Arcano - Volume 2 R$34,00 Sete Sombras e uma vela R$38,00